sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Corretor

Estrutura do Sistema Financeiro Nacional

Até o momento, o sistema financeiro foi estudado considerando a sua função principal
de alocação de recursos na economia, com foco nos diversos segmentos que o compõem.
Nessa parte, o Sistema Financeiro será analisado sob outro ângulo, considerando
a estrutura do Sistema Financeiro Nacional, em que o estudo se direciona para as
instituições que o compõem. O Banco Central do Brasil propõe, conforme tabela a seguir,
uma subdivisão do sistema financeiro nacional em três níveis: órgãos normativos;
entidades supervisoras e operadores. corretor


Os órgãos normativos são os responsáveis pela definição das políticas e diretrizes
gerais do sistema financeiro, sem funções executivas. São entidades governamentais
colegiadas, criadas por lei, com atribuições específicas. Em geral, apoiam-se
em estruturas técnicas de apoio para a tomada das decisões, que são regulamentadas
e fiscalizadas pelas entidades supervisoras. Atualmente, no Brasil, funcionam
como órgãos normativos: corretagem de imóveis
.. Conselho Monetário Nacional (CMN) - órgão superior do sistema financeiro
nacional;

.. Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) - responsável pelas diretrizes
dos segmentos de seguros, capitalização e previdência complementar aberta;
.. Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC) - para definição
das políticas dos fundos de previdência complementar fechados (fundos de pensão).
As entidades supervisoras assumem diversas funções executivas, como a fiscalização
das instituições sob sua responsabilidade, assim como funções normativas, com o
intuito de regulamentar dispositivos legais ou normas editadas pelos órgãos normativos.
As entidades supervisoras do Sistema Financeiro Nacional são: corretor

.. Banco Central do Brasil (BCB ou BACEN);
.. Comissão de Valores Mobiliários (CVM);
.. Superintendência de Seguros Privados (SUSEP);
.. Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC);
Os operadores, por outro lado, incluem as demais instituições, públicas ou privadas,
envolvidas diretamente, ou como instituições auxiliares, nas atividades de captação,
intermediação e aplicação de recursos no sistema financeiro nacional. É comum, didaticamente,
subdividi-los em instituições financeiras monetárias, órgãos oficiais,
demais instituições financeiras, outros intermediários financeiros, instituições auxiliares
e instituições dos segmentos de seguro e previdência.
A seguir serão apresentadas as principais características das principais instituições componentes
do sistema financeiro nacional forex

Nenhum comentário:

Postar um comentário